Quem somos

O Mama connection é um blog de troca de experiências. Somos três mães em três diferentes países do mundo. Local, clima, cultura, tudo pode influenciar e às vezes dificultar a maternidade. Contamos aqui o que aprendemos e vivemos todos os dias nessa difícil e apaixonante tarefa de ser mãe.

carolAna Carolina Jobim

Publicitária, mora em Oslo, Noruega, e é mãe do Gael, nascido em 7 de agosto de 2015.

“Nunca sonhei ser mãe até me mudar para a Noruega. Aqui nesse país, considerado um dos melhores para se criar filho, a ideia da maternidade está sempre nos rondando. Seja na quantidade de bebês na rua ou nas amigas com filho, grávidas ou planejando. Eu, que no Rio não tinha nenhuma amiga próxima com filho, me vi rodeada de bebês. E foi assim que comecei a pensar em aumentar a família. Do sonho para a realidade não demorou muito e meu filhote nasceu no início de agosto de 2015. Gael chegou trazendo dias lindos e quentes de sol para essa cidade fria. Meu dia a dia não é poético assim, mas o que posso dizer? Ser mãe não é fácil, mas nos transforma. São muitas histórias pra contar que só mesmo um blog pra dar conta. :)”

 

mariMariana Simonaci

Psicóloga, morava na Noruega e recentemente mudou-se para Londres, na Inglaterra, e é mãe do Tom, nascido em 8 de outubro de 2014.

“A mudança de país estava totalmente atrelada com a ideia de ter um filho. Sair do caos do Rio de Janeiro e viver na pacata Stavanger, cidade ao sul da Noruega, era tudo que precisava para realizar nosso sonho. Entre o sonho e a realidade, a vida duramente nos ensinou bastante. Até que em 8 de outubro de 2014, às 13:13h, tive o melhor encontro da minha vida! O Tom veio para me desnudar e me mostrar a força que o amor tem. Hoje, olhando pro seu rostinho e tendo o privilégio de ver cada passinho, sinto minha existência justificada!

* Mariana fez parte da equipe do Mama Connection entre janeiro e dezembro de 2016.

 

priPriscila Fagundes

Jornalista, mora em Penedo, Brasil, e é mãe do Huguinho, nascido em 15 de julho de 2014.

O Huguinho fazia parte dos meus planos e do meu marido desde que nos casamos, há quase dez anos. O Mafuá também, o nosso labrador de quase 40 kgs. Moramos um tempo em Lisboa, no Rio, em Niterói e finalmente decidimos que queríamos ter os nossos filhos em Penedo, no interior do Rio. Comecei a aprender a ser mãe em 2010, com o Mafuá. Em 2014 o Huguinho veio sem avisar, atropelando um pouco a nossa programação. Desde então, a nossa vida mudou — e muito! É mais corrida, mais cansativa e mais “maluca”. Estamos longe de ser aquela família perfeita da propaganda da margarina. Mas perfeição pra quê? Felicidade pra mim hoje é ver aquele rostinho, as roupas, a mesa… tudo sujo de feijão. Nada como ter histórias para contar. O chão a gente limpa!