post

Quando eu for mãe…

WP_20171004_001“Se um dia eu for mãe, nunca vou…”. Quem já começou uma frase assim que levante a mão!

No último final de semana estava conversando com alguns familiares e me dei conta de que já quebrei a cara com muitas coisas que dizia antes da maternidade.

“Assistir TV enquanto a mamãe faz alguma coisa? Nunca!

Dar um tablet na mão da criança para conseguir almoçar sossegado? Nunca!

Ficar exausta após dizer mil vezes ‘não’ após algum pedido da criança? Nunca!

Ver a criança correr de um lado para o outro dentro de um restaurante? Nunca!

Enfrentar ataques de pirraça e choro no meio da rua? Nunca!

Preferir dormir a sair para algum compromisso? Nunca!”

Claro que não! Comigo não! Porque comigo nada disso nunca vai acontecer! “Ah, mamãe bobinha”, já diria a “filósofa” Peppa Pig.

Desde que me tornei mãe, mamãe do Huguinho, esse molequinho de três anos que pinta e borda, manda e desmanda, e, por fim, faz o que bem entende na hora que bem entende, todas as minhas teorias foram por água abaixo. Desculpa, mamães da minha era pré-maternidade!

Futuras mamães, esqueçam! A televisão será sua melhor aliada; o tablet e o celular vão salvar o seu almoço; você vai se sentir exausta após repetir trocentas vezes alguma coisa para o seu filho; sim, o seu filho vai se enfiar debaixo da mesa de outros clientes do restaurante; sim, você vai tentar pegá-lo e ele vai se agarrar na perna destes outros clientes; pelo menos uma vez na vida você vai ter que carregar a criança aos prantos após ela decidir que quer fazer alguma coisa que não pode; e sim, você vai desistir de ir a alguma festa porque quer apenas dormir!

Mas não se preocupem, futuras mamães! Vocês vão fazer tudo isso e ainda achar graça. Quem nunca teve que sair correndo no meio do banho, com shampoo no cabelo para impedir alguma sapequice? Ou quem nunca esqueceu uma panela no fogão porque a brincadeira estava muito gostosa e nem se lembrou do fogo aceso? Ou quem nunca foi na rua toda suja de biscoito, papinha, chocolate ou que tais porque nem deu tempo de se trocar antes de sair?

Esse amor não tem limites pra nada! Você vira uma leoa e uma manteiga derretida no mesmo dia! Os sentimentos parecem uma montanha-russa! E a monotonia nunca mais fará parte da sua vida! Aproveite e curta cada minuto, porque passa tão rápido…

One thought on “Quando eu for mãe…

  1. Verdade mais que verdadeira!!!! Por isso a gente não se sente muito à vontade visitando casa de amigos que ainda não tiveram bebê!!!! Eles não passaram por essas pequenas coisas que achamos que nunca iríamos passar…..mas passamos….. e todos passam um dia! É assim mesmo a experiência de conviver e criar uma criança!!! Surpreendente!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *