post

Cinema e bebê: tudo a ver?

2016_08_21_14_41_01_OneShot

Durante as férias aqui no Mama tive a ideia de convidar os meus meninos para ir ao cinema. Seria a primeira vez com o nosso pequeno e criei uma certa expectativa para o programa. O filme escolhido foi “Procurando Dory”, da Disney Pixar, já que ele adora peixes.

É claro que sabia que não iríamos chegar ao final do filme, pois são quase duas horas de peixes e mais peixes. Por mais que o Huguinho adore bichos do mar, a inquietude dele falaria mais alto no auge dos seus dois aninhos.

Continue lendo

post

Por que mentimos para as crianças?

Pinochio2_1940

 

Durante essas férias, muitas coisas aconteceram por aqui. Algumas boas e outras, nem tanto.

Uma delas foi durante o período que eu e o Tom ficamos por aqui sozinhos, pois o Edu precisou viajar a trabalho por 15 dias. Tirando a saudade e o cansaço que foram grandes, Tom pegou uma supervirose. Bolinhas na boca e febre muito alta, chegando aos 40. Quase surtei. Nunca emagreci tanto em tão pouco tempo…  Bom, mas Deus manda anjos e tudo ficou bem!

Mas essa pequena introdução foi pra dizer que meu irmão (um dos anjos enviados) chegou em meio a esse caos. O táxi o deixou na porta da minha casa e foi o tempo da gente se abraçar e entrarmos no carro para irmos ao hospital. Coitado do meu irmão! Chegou achando que fosse tomar uma Guinness (cerveja típica daqui) em pleno verão londrino e deitar em um Parque… que nada! Era muita febre, choro, uma mãe nervosa e a casa de pernas pro ar.

Tom só chorava… de fome (não conseguia comer), de dor e febre. Meu irmão começou a tentar de tudo pra amenizar a situação. E eu percebi que ele falava coisas (na melhor das intenções) que não eram verdade… Exemplo: “Tom, olha ali a lagartixa.” Oi??  Nem tem lagartixa aqui… Outro: “Tom, vamos lá em cima ver o macaco”. Macaco? Nem de pelúcia nós temos. Rs. Enfim… foram algumas situações tipo essas, que fui percebendo o quanto “enganamos” as crianças.

Continue lendo

post

Fim de férias!

FimdefestaVerão na Noruega é um clima muito gostoso. Nem sempre quente o suficiente como o verão que estamos acostumados no Brasil, mas independente disso é uma época que eu curto bastante. Dias longos, sol gostoso, perfeito para ficar até tarde nos parques.

Aproveitamos muito esse período, pois sabemos que em breve o inverno chega e vamos nos esconder em muitas camadas de roupa ou dentro de casa com velas e chocolate quente. Mas enquanto o sol ainda aquece estamos na rua com Gael. Ele ama ver pessoas nas ruas, adora fazer uma gracinha esperando um sorriso de volta. Pena que por aqui nem sempre isso é retribuído ou é retribuído de forma muito tímida.

Muita coisa aconteceu nesse tempo em que ficamos de férias. Gael agora fala sem parar, come demais e já anda! Estava muito ansiosa para ver ele caminhar, parecia que ia ser rápido, pois ele muito cedo começou a virar, engatinhar e ficar em pé. E quando ficou em pé tinha com um sorriso tão grande no rosto que parecia que não ia querer mais outra coisa. Mas acabou que ele virou um mestre na arte do engatinhar, se movia super rápido rebolando a bundinha e, por mais que conseguisse dar um ou dois passos, logo que queria se deslocar descia e ia engatinhando mesmo.

Continue lendo