post

Coisas úteis em viagem com bebê

Viajar com criança pode assustar no início, “vai que a criança estranha”, “e se ela não dormir?”, “medo de bebê chorando no avião”. São muitas dúvidas para pais de primeira viagem (literalmente). Mas só dá para saber se vai dar certo tentando, não é mesmo? Bebê chora, não tem jeito, vai chorar em casa ou viajando. Sempre vai ter um olhando feio, mas e daí? Eu nem ligo. Mudar a rotina sempre muda de alguma forma, é outro ambiente, outras atividades, às vezes outra comida.

Nós embarcamos nessa experiência com um bebê de colo e não nos arrependemos. Algumas coisas que fizemos foram bem úteis e queria dividir por aqui.
IMG_5354

  1. Cadeirinha portátil. Compramos essa cadeirinha especialmente para levar para a viagem para a Itália. Foi a melhor coisa, super recomendo. Especialmente para bebês que já comem na cadeirinha, uma semana é muito tempo para segurar ele no nosso colo enquanto ele come. Quando fazemos isso acaba que ele se distrai muito mais e não come bem. Super recomendo, é fácil de encaixar em qualquer mesa. A nossa comprei aqui na Noruega, mas foi um preço bem ok, imagino que no Brasil não seja muito caro. Ocupada um certo volume e peso na mala, mas eu achei que compensou. Deixamos ela para usar no apartamento apenas.435580
  2. Carrinho guarda-chuva para viagem. Já falei algumas vezes aqui, nosso carrinho é bem grande. Como sabíamos que a Itália seria bem mais cheia de gente nas ruas e nos transportes públicos do que estamos acostumados, resolvemos investir num carrinho menor e portátil. Compramos o modelo Yoyo+ da marca Babyzen e foi a melhor compra! Ele é super compacto, dobra todinho e é possível levá-lo dentro da cabine do avião e guardar no compartimento acima. Além disso nenhum restaurante tinha cadeirinha para criança, então ele foi perfeito para dar as refeições pois fica bem em retinho.
    IMG_5333
  3. Reservar asentos no avião com um espaço no meio. Gael ainda não paga passagem, mas também não tem direito a uma poltrona só para ele. Já são 10 quilos de gostosura e é bem mais confortável para todos se tiver uma cadeira disponível para ele. Já tinham me dado a dica de reservar nossas poltronas deixando uma livre no meio. O sistema de reservas é inteligente, identifica que tem um bebê de colo viajando do lado e bloqueia uma cadeira livre. Só libera para reservas se o avião estiver lotado. Pegamos alguns vôos com a Norwegian e deu certo em quase todos, apenas um que não deu porque cancelaram nosso vôo, tivemos que desmarcar e o avião estava lotado. Fica a dica! Estou torcendo para acontecer isso no nosso vôo para o Brasil.IMG_5476 2
  4. Levar opções de distração para o bebê. Brinquedos e livrinhos são ótimos, mas o que adianta mesmo na hora de choro com o Gael é alguma coisa para ele segurar e ficar mordendo. A dica do milho quem nos deu foi a Mari (co-autora aqui do blog) e foi maravilhosa. Ele ama, posso oferecer qualquer dia a qualquer momento que ele vai topar. Corto pedacinhos pequenos da espiga e dou para ele segurar, não sobra um grão para contar história. Fora que ele fica um tempão distraído com isso. Além do milho, levava também maçã e pêra em pedacinhos num formato fácil dele segurar e biscoito de arroz.

E para você, como foi sua viagem com bebê? Compartilhe aqui 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *